SÉRIES


ÍNDICE A-Z

C
P
S

DESTAQUE

ARNALDO JABOR QUER DESCABAÇAR PETER PAN

Eu leio crônicas andando de bicicleta. Transformo os textos em arquivos de mp3, coloco no celular, plugo o fone de ouvidos e pronto: biciblioteca.

Atualmente estou ouvindo 708 crônicas maravilhosas. Peguei na internet. Memorizei o número 708 porque tive que dar 708 espaços entre as crônicas para o programa transformar os 708 parágrafos em 708 arquivos de mp3.

As crônicas estão em ordem alfabética de autores. Começa com Adélia Prado e termina com Zuenir Ventura. Já ouvi mais de 80 crônicas e ainda estou na letra A. Eis porque do título escandaloso.

Depois de bater uma bola com Armando Nogueira, Arnaldo Jabor entrou em campo e não saiu mais. Das 708 cronicas, 120 são do cara.

Fiquei contente e triste quando Jabor chegou aos meus ouvidos. Contente porque gosto do escritor, triste porque o escritor que eu gosto só gosta de escrever sobre política.

Exagerei e generalizei. Mas Jabor também exagera e generaliza. Todo crítico exagera e generaliza. Só estou devolvendo o veneno.

Até gosto de política, o que não gosto são 119 crônicas de política contra uma só de amor, poesia e prosa.

Mas Jabor não quer fazer amor comigo. Jabor quer me foder. Quer descabaçar o Peter Pan e a Poliana que habitam em mim.

Jabor me conta do saneamento da pobreza. Quer me foder sem preliminares. Ao invés de flores, me entrega o exame de próstata da sociedade brasileira. Quando faz um floreio é apenas para me manter na sua cama de gato.

Jabor é o replay do avião colidindo contra as torres gêmeas. Jabor é Ernesto, eu sou habitante da terra do nunca. Jabor é a mãe do Erasmo Carlos, eu sou criança não entendo nada. Jabor é o lobo mal humorado, eu faço cu doce.

Aperto o botão no celular e pulo para o próximo arquivo de mp3. Jabor insiste. Aperto o botão de novo. Jabor insiste. Aperto o botão de novo.

Crônica 130. Fim do tempo de Arnaldo Jabor na tribuna do meu celular. O sapo nem sempre entra na boca da cobra.

Jabor ameaça reclamar.

Alerto: democracia.

DESTAQUES ANTERIORES

PROSA

Afasta de mim esse táxi

Afasta de mim esse táxi

Olho pela janela do táxi e vejo um ônibus. Viajo na ideia de que a vida é um coletivo de almas. Uns sobem, outros descem, fica cheio, vazio, meio-vazio, meio-cheio ...
Arnaldo Jabor quer descabaçar Peter Pan

Arnaldo Jabor quer descabaçar Peter Pan

Eu leio crônicas andando de bicicleta. Transformo os textos em arquivos de mp3, coloco no celular, plugo o fone de ouvidos e pronto: biciblioteca. Atualmente estou ouvindo 708 crônicas maravilhosas ...
Boacumba para transformar adulto em criança

Boacumba para transformar adulto em criança

Ingredientes: Um galho de rotina, duas colheres de hábitos bem secos, meia dúzia de teias de aranha do sofá da sala, um par de kichutes (ou similar), uma toalha vermelha ...
Maior pinto do mundo

Maior pinto do mundo

O nome do evento era “Maior Pinto Do Mundo”. Não se tratava de medir filhotes de galinhas. Era pinto mesmo. Daqueles que os humanos do sexo masculino possuem e se ...
Nono funk do MC Betão

Nono funk do MC Betão

Beethoven entrega as partituras da nona sinfonia ao produtor da gravadora. — Fala sério, Beethoven, precisa disso tudo? — Claro que precisa! É uma obra de arte. — E aquele ...
Pá pum próximo!

Pá pum próximo!

Parecíamos astronautas usando capacetes e capas de chuva. Só que ninguém reparava. Éramos motoboys. Éramos a rotina do cartório. Éramos o lado de fora do balcão. O lado de dentro eram ...
Pedro pedreiro

Pedro pedreiro

Pedi para tirar as botas ortopédicas. Queria brincar na terra. Foi nesse momento que minha mãe resolveu me dar um presente que mudaria minha vida. Um tijolo. Tinha mais ou menos ...
Quando deus atinge a iluminação

Quando deus atinge a iluminação

Tudo começa quando o despertador toca as 6:27 da manhã. Crianças acordam, apenas acordam. Adultos não. Adultos controlam o tempo. Adultos acordam as 6:27. E como se não bastasse, as ...
Ser Humano Futebol Bico

Ser Humano Futebol Bico

Primeiramente, toca a bola Matheus! Bem, escrevi uma crônica falando do racha de sexta e o povo do racha de quarta ficou com ciúmes. Exigiu representatividade. Ainda bem que semana ...
Xixi com tinta

Xixi com tinta

— É hoje? — eu perguntava todos os dias ao acordar. Uma vez a cada sete dias a cabeça balançava para cima e para baixo. Para mim, além de resposta ...

POESIA

Antes de escrever poesia

Antes de escrever poesia

Antes de escrever poesia  aprenda a dançar samba, para os dias da semana  reggae, para os dias de sol  tango, para os dias de lua cheia sinta a poesia dos pés a cabeça  enquanto ela passa pela sua coluna. Antes de escrever poesia aprenda a beber água  sinta a falta ...
Árvore árvore

Árvore árvore

A chuva molha O homem vai para debaixo da árvore A árvore árvore O sol esquenta O homem fica na sombra da árvore A árvore árvore A fome aperta O homem pega o fruto da árvore A árvore árvore O cansaço bate O homem deita embaixo da árvore A árvore ...
Brincadeiras

Brincadeiras

A primeira cadeira é pequenamas é minha.A segunda cadeira não é minha mas tem espaço de sobra. A terceira cadeira é de ninguém.Sento na cadeira que não é minha ponho os pés na cadeira genéricae fico olhando para primeira cadeira que é pequenamas é minha ...
Caixa mágica

Caixa mágica

Nunca vou chegar a ser adulto completamente vou ficar sempre sentado na cabeça de um olhando para bunda do outro. Nunca vou chegar a ser adulto porque não tenho dom para fazer sala porque prefiro brincar aos pés das visitas porque peter pan mora dentro de mim e zomba da ...
Caminhe homem

Caminhe homem

Caminhe, homem. Assim como contam seus irmãos de pés cascudos. Assim como sonham seus irmãos de pés de seda. Caminhe ereto, com a sombra amarrada aos calcanhares, com olhos de girassol, com o couro desgastando feito sabão seguindo a regra três: onde o menos vale mais. Caminhe, homem. Lábios calados em punho, ...
Cem por certo

Cem por certo

O certo não sai pela buceta é a cegonha que traz. O certo não usa fraldas não chupa o dedo não mamamamadeira não come cocô não mija na cama. O certo já teve infância mas nunca chegou a ser criança. O certo é zen é punk é pop é rasta ...
Deus em pessoa

Deus em pessoa

Eu sou você em pessoa. Aliás, em pessoas, por isso você é diferente. Se você fosse igual, eu não seria deus, seria uma máquina de xerox.  Um é impar. Eu não sei repetir. Nem desejo. Eu quero é experimentar todas as possibilidade de ser você.  Eu quero ser você gordo, magro, forte, fraco e narigudo. Eu quero ser você loiro, ruivo, ...
Não tenho saco para poesia

Não tenho saco para poesia

Não tenho saco para poesia! Aliás, tenho: saco de lixo Carlos Cabral de Andrade Pedro Álvares Colombo Cristovão de Melo NetoPai, filho, espirro do santo… Para mim! Para eu! Quer saber? É span! Power point! Farinha do mesmo sacoNão tenho saco para poesia! Aliás, tenho: saco de risada Nunca vi ...
Sofrimento monossilábico

Sofrimento monossilábico

Sei que você mente quando diz "okei" Sei que você sabe que eu sei e que sou conivente Sei também e igualmente o que você sente quando sorri mostrando os dentes Sei porque é eloquente o sofrimento monossilábico da gente ...

VÍDEOS

MÚSICAS

© 2020 · Marcelo Ferrari