Meu nome é Marcelo Ferrari. Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

   

[email protected]

Vinte tanto anos

05/04/2003 by na categoria Músicas tagged as , , , , with 0 and 0

Download

Tenho vinte e tantos anos
um coração que perdeu as contas
Tenho vinte e tantos anos
estrela guia de três pontas

Tenho vinte e tantos anos
perdas e danos, poeira de estrada
Tenho vinte e tantos anos
Fui quase tudo, sou quase nada

Sou só soluço, apenas pena
e a consciência que conhece o gosto
só um impulso e uma centena
de lágrimas no rosto

Sou só tristeza e a alegria
de ter um violão ao lado
pouca certeza e a ironia
de cantar desafinado

Créditos
Música: Israel Moro
Letra: Marcelo Ferrari
Voz: Israel Moro
Produção musical: Marcelo Ferrari
Edição clip: Marcelo Ferrari

Cifra

Vidáfio
Violão de natal
© 2018 · Marcelo Ferrari