Vidáfio

05/04/2003 by na categoria Poemas tagged as , , , with 0 and 0

Aqui jaz um homem que escalou montanhas, plantou soja, fez fortuna, alimentou milhões, gerou empregos, pagou salários, foi famoso, gravou disco, teve filhos, escreveu livros e morreu.

Aqui jaz uma nação que triunfou, venceu guerras, elegeu governantes, criou moeda, importou, exportou, teve relações diplomáticas, cobrou impostos, produziu cientistas, poetas, pirâmides, entrou para história e morreu.

Aqui jaz um planeta com florestas, rios, oceanos, civilizações, cardumes, manadas, três camadas de atmosfera, sete infernos, que se chamou terra e morreu.

Aqui jaz um sol, estrela da cena, centro, que deu vida, deu tudo que tinha, até que secou, implodiu e morreu.

Aqui jaz uma galáxia, palco de estrelas, papel de parede, script, sala de bate-papo, conjunto matemático que conteve, esteve contida e morreu.

Aqui jaz um universo, útero de outros universos, que morreu.

Aqui jaz aqui para vida ser eterna.

Vida de tupperware
Vinte tanto anos
© 2018 · Marcelo Ferrari