Redação musical

09/04/2003 by na categoria Crônicas tagged as , , , with 0 and 0

Jorge colocou o violão no meu colo e disse: “Toca uma pergunta!” . Fiz cara de bundalelê e fiquei olhando para o violão. Jorge se tocou e me ajudou: “Faz uma frase musical!”. Ah! Claro! Simples! Ainda não tinha a mínima ideia do que Jorge estava me pedindo. Ele me ajudou novamente. “Faz qualquer coisa!”. Qualquer coisa é fácil. Peguei o violão e fiz: te ti tere tã tirere. “Ótimo!”, ele disse, “Faz isso de novo!”. Eu repeti: te ti tere tã tirere. “Muito bem”, ele disse, “Essa é a pergunta, agora dá uma resposta!”. Resposta?! ti tere pãpã pã pããã. “Excelente!”, ele exclamou. “Agora toca a pergunta e a resposta juntos!”. te ti tere tãtirere ti tere pãpã pã pããã. “Isso mesmo!”, ele disse, “Essa é a primeira frase da sua redação, agora imagine que a frase inteira é uma pergunta: qual é a resposta?”. A pergunta na minha cabeça era: será que todo músico é louco assim? A resposta foi: te ti tere tãtirere ti tere pãpã pã pããã pare parepã tirerere pãpã titi tere.

Raiz redonda
Refeição do amor
© 2018 · Marcelo Ferrari