A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

X

Y

Z


Vento do sim

17/07/2020 by na categoria Pessoemas, Poemas tagged as , , , with 0 and 0

Era uma vez
um barquinho recém nascido
ingênuo e puro
que começou a navegar
pelo universo
em busca de um
porto seguro
O barquinho
tentou se segurar
no porto-pai
mas o porto pai
acenou a mão
e partiu.
O barquinho
tentou se segurar
no porto-mãe
mas o porto mãe
partiu
seu coração
O barquinho
tentou se segurar
no porto-deus
mas porto deus
partiu-se
em um milhão
de outros
barquinhos
Foi então que
o barquinho
entendeu
que não haviam
ponto fixo
nem porto seguro
que o universo
era um mar
de barquinhos
viajando
ao vento do sim
e aprendendo a arte
de fazer parte
de uma navegação
sem fim.

Veia poética
Verde
© 2020 · Marcelo Ferrari