SÉRIES


ÍNDICE A-Z

C
P

Daily Archives: 11/04/2003

Perdoeu

11/04/2003 by in category Poesia tagged as , ,

Você disse que eu não abri a porta do carro não pisquei feito vaga-lume não reparei no esmalte não me excitei com o cheiro do perfume e por isso doeu. Me perdoe por ter machucado você sendo eu. Você disse que eu não paguei o cinema não fui super, mega, ultra não li sua cabeça […]

0 0 Read more

Porque as pessoas felizes são felizes

11/04/2003 by in category Poesia tagged as ,

Ninguém é feliz porque pode mijar quente e tomar banho frio no quintal da própria casa. Ninguém é feliz porque pode olhar para frente sentir calafrio e pular sem paraquedas. Ninguém é feliz porque pode usar o dente para cortar barbante e se embebedar de oxigênio. Ninguém é feliz porque pode trabalhar aos sábados e criar domingos durante os dias da semana. Ninguém é […]

0 0 Read more

Pitoco

11/04/2003 by in category Prosa tagged as ,

Pitoco era um cachorro salsicha. Cachorros salsichas são fáceis de tratar e excelentes sirenes de polícia. Minha avó tinha um bando deles. Morriam uns, nasciam outros. Ela sempre tinha uns quatro pela casa. O método de preservação da raça era a pouca-vergonha. O filho transava com a própria mãe, quer dizer, fertilizava a mãe e […]

0 0 Read more

Planeta imagine

11/04/2003 by in category Prosa, Vídeos tagged as , ,

Há muito tempo, no Planeta Dono, havia uma civilização que vivia em busca da propriedade. Ninguém jamais havia visto ou encontrado a tal propriedade, mas todos a buscavam freneticamente. Haviam também lendas, livros, histórias e músicas sobre a propriedade.  Nada era mais real e importante do que ser dono, então, todas as manhãs, todos os habitantes vestiam roupas […]

0 0 Read more

Poema Banguela

11/04/2003 by in category Poesia tagged as , ,

Não falo mais Perdi os dentes Não importa o quanto tente Não importa o quanto fiz Agora tanto faz Sou um rádio quebrado e encardido que só sabe tossir e chiar o vivido Eu que fui “uma brasa, mora?” agora sou mala sem alça que peida fora de hora Ironia filha da puta! Vida é maça Viver […]

0 0 Read more

Poesia é besteira

11/04/2003 by in category Prosa tagged as ,

Era um dia besta. Era uma aula besta. As meninas bestavam de stop. Os meninos bestavam de futebol. Foi quando o professor besta, pediu para um moleque besta, ler sua redação. O bestão ficou abestalhado. Desembestados, começamos a bestar dele. Era uma história besta, onde umas pessoas bestas, iam para uma festa besta e comiam […]

0 0 Read more

Ponto de Ícaro

11/04/2003 by in category Prosa tagged as , ,

As vezes vou até a cozinha, coloco um fio de água na frigideira e acendo o fogo. Faço isso para assistir de camarote o líquido se transformando em vapor. Aguardo com paciência a aparição das microbolhas e recordo as palavras ígneas da professora de ginásio: “Água vira vapor quando chega no ponto de ebulição”. Hoje […]

0 0 Read more

Por que a gente é assim?

11/04/2003 by in category Prosa, Vídeos tagged as , , ,

A gente não se lembra que foi até a rodoviária, escolheu o destino, comprou a passagem e entrou no ônibus. A gente não lembra de nada disso. Quando a gente se dá conta da gente, a gente já é gente, mais um na contagem regressiva do tempo. O ônibus balança, nós dá um tapa na […]

0 0 Read more

Porque

11/04/2003 by in category Músicas, Poesia tagged as ,

Ouvi dizer que a cabeça é um universo é o reverso é uma cabaça de neurônios caleidoscópio, é a fada do Pinóquio é assa, é casa de deuses e demônios. Ouvi dizer que não foi ovo nem galinha que antes do antes nem mesmo antes tinha ouvi dizer e depois ouvi de novo que o […]

0 0 Read more
© 2020 · Marcelo Ferrari