Vida de saleiro

05/04/2003 by in category Diálogos, Vida das Coisas tagged as , , , with 0 and 0

Conversando com um saleiro.

— Sai caralho!
— Você está equivocado. Não sou uma cueca, sou um saleiro.
— Sai buceta!
— Também não sou calcinha.
— Sai merda!
— Também não sou um cu.
— Sai porra!
— Também não sou um pinto.
— Então, deixa o sal sair, só um pouco.
— Que tal pedir com gentileza. Gentileza gera gentileza.
— Ok, por favor, faz sair sal.

O sal não sai.

— Tá vendo! Pedi com gentiliza. E agora?
— Tô me sentindo pressionado. Vamos conversar um pouco.
— Mas eu quero sal, não quero conversar.
— Como foi seu dia, me conta?
— Foi bom. Quer dizer, tava sendo bom, até chegar aqui e encontrar um saleiro discípulo de Freud. 
— Hehehe… Essa foi boa. Tá vendo!
— Tá vendo o que?
— Você falou de outra coisa além do sal.
— Sim, falei, agora faz o sal sair.
— E como é que foi sua infância?
— Fala sério! Minha infância foi igual de todo mundo.
— Algum trauma?
— Teve uma vez, na escola, eu devia ter uns seis anos, que… Perai Sigmund! Eu quero colocar sal na batata frita, não quero fazer terapia com um saleiro!
— Tudo bem… prossiga… você tinhas uns 6 anos, e….
— E de repente já era 2017
— E o que tem em 2017?
— Inventaram o sal de saquinho!

 

Leia mais:
Digo Digo Quando digo digo digo digo não digo diogo. Quando digo diogo digo ...
Patacaparau Tá fóda! Tá, tá, fóda!  Fase mundana. Sabe comé, subindo pelas paredes....
Maior pinto do mundo O nome do evento era “Maior Pinto Do Mundo”. E não se tratava de medir filh...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up