Vida de geladeira

05/04/2003 by in category Diálogos, Vida das Coisas tagged as , , , , with 0 and 0

O cara abre a porta da geladeira de madrugada.

— Apaga a luz! Estou dormindo!
— Sou eu!
— Você!!!! Veio comer?
— Não.
— Beber leite?
— Não.
— Já sei! Cerveeeeeeja?
— Nada disso.
— Porra, o que você quer?
— Quero te contar uma coisa.
— Você quer me contar uma coisa?
— Ééééé! Isso!
— Que coisa?
— Aprendi a tocar bossa nova!
— O queeeeê!?
— Bossa nova! Aprendi!
— Tá de sacanagem comigo, né?
— Não, é verdade, aprendi.
— Bossa nova! Que merda é essa?
— É um ritmo musical.
— Ah tá! E o que eu tenho a ver com isso?
— É bem difícil, tive que praticar muito.
— Difícil é fazer gelo! Tenta pra você ver!
— Uma coisa de cada vez, pelo menos já prendi bossa nova.
— Cacete! Você só sabe falar disso? E não tem mais ninguém para você contar seu grande feito, além de uma geladeira?
— Que acenda a luz para conversar, não.
— O microondas também acende a luz! Conta pra ele.

O cara abre a porta do microondas.

— Apaga a luuuuuz! Estou dormindo!
— Sou eu!
— Você!!!! Veio comer?
— Não.
— O que foi então?
— Quero te contar uma coisa.
— Você quer me contar uma coisa?
— Ééééé! Isso!
— Que coisa?
— Aprendi a tocar bossa nova!

Leia mais:
Vida de papel higiên... Conversando com um rolo de papel higiênico vazio. — Não acredito! — Pode ...
Vida de plástico bol... — Ai, que tesão! É bom demais fazer isso! — Você gosta, né? — Nossa! Voc...
Ressuscite sua felic... Voltei a acreditar em Papai Noel. Recomendo.  E daí que não existe? Tem t...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up