Vida de copo

05/04/2003 by in category Diálogos, Vida das Coisas, Vídeos tagged as , , , , with 0 and 0

Conversando com um copo.

— Qual é a resposta?
— Que resposta?
— Da pergunta!
— Que pergunta?
— Dessa ai!
— Essa qual?
— Essa ai dentro de você?
— Isso aqui dentro de mim não é pergunta, é água.
— Isso eu sei! Mas a água está no meio.
— Sim, e dai?
— E dai que tem a pergunta!
— Que pergunta?
— Você está meio cheio ou meio vazio?
— O que você acha?
— Não sei, por isso estou perguntando.
— Estou meio vazio.
— Você é pessimista!
— Por que?
— Tá focado no que falta. Pensamento negativo!
— Nada disso! É fato! Tô meio vazio.
— Tá meio cheio também. É fato também.
— Dá na mesma!
— Se desse na mesma não tinha a pergunta.
— Não fui eu que inventei a pergunta.
— Mas você é o copo.
— E daí?
— Se você não souber a resposta, quem vai saber?
— Por acaso a galinha sabe quem nasceu primeiro, ela ou o ovo?
— Não sei! Tenho que perguntar pra galinha.
— Então vai perguntar.
— Agora quero saber de você.
— Quer saber mesmo?
— Sim, quero.
— Mesmo? Mesmo?
— Sim, diga.
— Estou cheio dessa conversa!

Leia mais:
Morador de rua Caminhávamos em prosa e verso por uma longa avenida. — Para onde estamos in...
Ela suporta Ela suporta os porres do marido os podres do padre o jogo do bicho a...
Vida de caneta Conversando com uma caneta bic. — Para onde você vai quando desaparece? ...
Espalhe a palavra!

AUTOR


Meu nome é Marcelo Ferrari. Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

        

Scroll Up