Textemunho

07/04/2003 by in category Poemas tagged as , , , with 0 and 0

Meu texto
não tem texto.
Meu texto
só tem tinta.
Meu texto
é tecido do corpo
de quem o lê.
Meu texto
em si
só é texto
em ti.

Leia mais:
Criatura e Criador Até o fim Passo a passo sobre mim Na trilha do meu coração Meu desti...
Porque Ouvi dizer que a cabeça é um universo é o reverso é uma cabaça de neurôn...
Dê! Dê o que tiver o que só você pode dar: ímpar. Dê espaço ao sufocad...
Espalhe a palavra!

AUTOR


Meu nome é Marcelo Ferrari. Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

        

Scroll Up