Tag: Ignorância

Bhagavad grita

25/04/2003 by in category Poemas tagged as , , ,

Stanley Kubrick arremessou o osso no espaço e não há mais espaço para o ócio. Galinhas produzem ovos para produzir omeletes para produzir restaurantes para produzir homens para produzir (a) verdade. Steven Spielberg foi de volta para o futuro e não há mais tempo para o presente. Galinhas para devir ovos para devir omeletes para […]

0 0 Read more

Cagando na retranca

24/04/2003 by in category Crônicas, Vídeos tagged as , , ,

Podemos ser pés no chão, ao invés de reis da barriga. Podemos decretar a lei de nash, ao invés da lei do gerson. Podemos ser transparentes, ao invés de sorrir amarelo. Podemos nos oferecer em banquete, ao invés de ficar de olho no feijão do vizinho. Podemos usar o dinheiro, ao invés de sermos usados […]

0 0 Read more

Caga regra

24/04/2003 by in category Poemas tagged as , ,

Caga regra decretou: cu (com acento) não caga não pia não peida. Eu comi eu bebi eu pensi: foda-si! Ameme assim ou amém. O sol bate igualmente na privada na bosta na coroa no cu com no cu sem acento. Eu comi eu bebi eu pensi: fodeu-si obrigadeiro. Quem caga é que sente o cheiro.

0 0 Read more

Cara chato no cinema

24/04/2003 by in category Crônicas tagged as , ,

Você entra em pânico, se descabela, frita de raiva, reclama da trilha sonora e o cara diz impávido colosso: “É só um filme”. Puta cara chato, você pensa. Acertou. E não é o único. Nem é o primeiro. É o chato da vez. O primeiro foi Platão. Esse era tão chato que inventou o cinema só para […]

0 0 Read more

Carta a quem se presta

24/04/2003 by in category Poemas tagged as , , ,

Recentemente recebi carta de gente correta que se presta e se farta em dizer que só atraio gente que não presta. Gente que não presta! Entende? Gente que por descrer no clã vigente por diferente gente ser só resta imediatamente ser barrada na festa. Respondo em aberto e urgente para essa gente separada: quem está […]

0 0 Read more

Céu de aspirina

24/04/2003 by in category Poemas tagged as , , ,

Bobo, bobo, bobo me distraia contando fofocas babaleias dando cambalhota e caindo feito bosta. Bobo, bobo, bobo meu vicio é ruim mas é meu me mata mas aos poucos e não tenho pressa. Bobo, bobo, bobo não obrigado! mil vezes ver meu poder e pudor cagado pelo seu descaso e humor. Bobo, bobo, bobo não quero […]

0 0 Read more

Copo de requeijão

24/04/2003 by in category Crônicas tagged as , , ,

Nove tiros. Ninguém quer sentar do lado da mulher gorda. A menina aperta online. Liga a webcan. Eu também hesito. A bunda invadiu duas poltronas. São três adolescentes. Elas anunciam o tema do programa no youtube. “Hoje nós vamos contar uma coisa que todos nós fazemos, mas ninguém tem coragem de admitir”. Uma ambulância chega […]

0 0 Read more

Dinheiro é papel com tinta

23/04/2003 by in category Músicas tagged as , ,

Música e letra: Marcelo Ferrari Voz: Marcelo Ferrari Baixo: Josias Oliveira Bateria: Ricardo Amorim Guitarra: André Ricardo Back Vocal: Clebinho Carvalho Edição clip: Marcelo Ferrari Dinheiro é papel com tinta A grana não me engana, mas tenta Dinheiro é papel com tinta magenta e gosto de pimenta Reflita! Dinheiro é um artefato Dinheiro é um boato Dinheiro […]

0 0 Read more

Deus na caixa

23/04/2003 by in category Poemas tagged as , , ,

Deus com caixa alta colocamos no trono de luz deus com caixa baixa colocamos na cruz. Deus com caixa alta retiramos o ego deus com caixa baixa batemos um prego. Deus com caixa alta é causa do ato deus com caixa baixa paga o pato. Deus com caixa alta recebe louvor e pódio deus com […]

0 0 Read more

Eu me esqueci

22/04/2003 by in category Poemas tagged as , ,

Desculpe o atraso eu me esqueci  na gaveta junto com as cuecas meias verdades mea culpa recorrente. Desculpe o atraso eu me esqueci  na cozinha dentro da panela de pressão de um vô-não insistente. Desculpe o atraso eu me esqueci  na pilha de louça suja e detergente que só faz deter a gente. Desculpe o […]

0 0 Read more