Tag: Fim

Nossa falta

13/04/2003 by in category Poemas, Vídeos tagged as , , , ,

Andamos pelas estradas cruzamos horizontes e rios construímos pontes passamos frio moramos na cidade alta embaixo do trem mas quem vai sentir nossa falta quando não houver mais ninguém? Brigamos entre tribos dividimos os dias em feiras enchemos a biblioteca de livros pra depois jogá-los na fogueira pra luz cair pela ribalta sobre a espuma […]

0 0 Read more

O dia que o um deu dois

12/04/2003 by in category Poemas, Vídeos tagged as , , , ,

Não sei ao certo, pois ocorreu numa época em que deus ainda não havia inventado nem certo, nem errado. Lembro apenas que estava sentado em volta de uma fogueira de pensamentos quando deus me disse: você é, sempre foi e sempre será eu. Depois acendeu um baseado feito com folhas da árvore do bem e […]

0 0 Read more

Tropa de elite 5

07/04/2003 by in category Crônicas tagged as , ,

A quarta guerra mundial será com paus e pedras e Tropa de Elite 5 será só caveiras. Explico. No filme 1, o Coronel Nascimento acreditou que a culpa era dos infratores da lei e apontou sua arma para os bandidos: “Bandido bom é bandido morto”.  No filme 2, o Coronel Nascimento acreditou que o buraco era mais em cima e apontou sua […]

0 0 Read more

Vidáfio

05/04/2003 by in category Poemas tagged as , , ,

Aqui jaz um homem que escalou montanhas plantou soja fez fortuna alimentou milhões gerou empregos pagou salários foi famoso gravou disco teve filhos escreveu um livro e morreu. Aqui jaz uma nação que triunfou venceu guerras elegeu governantes criou moeda importou exportou teve relações diplomáticas cobrou impostos produziu cientistas poetas pirâmides entrou pra história e […]

0 0 Read more

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up