Ser Humano Futebol Treco

08/04/2003 by in category Crônicas, SHFC tagged as , , , with 0 and 0

Certa vez, um grupo de cientistas se juntou para criar um computador capaz vencer o campeão de xadrez Garry Kasparov. Os cientistas programaram este computador com todas as jogadas de todos os grandes mestres de xadrez.

O nome desse computador era Deep Blue. Ele ganhou a primeira partida, porém, não comemorou a vitória. Perdeu a segunda partida, porém, não lamentou a derrota. E por que não?

Por que Deep Blue não sabe o que é ganhar nem perder. Deep Blue sequer sabe que jogou um jogo. Deep Blue apenas processou e resolveu um calculo matemático.

Nós, seres humanos, também processamos e resolvemos cálculos matemáticos a todo instante. No futebol, por exemplo, correr, driblar e chutar a bola, envolve muitos cálculos físicos e geométricos. Contudo, diferente de um computador, sentimos um treco estranho dependendo do resultado de nossos cálculos. Que treco é este?

Este treco é o que chamamos de emoção. É este deep treco que transforma um movimento labial em beijo, um roçar de dedos em carinho, uma fruta madura em delícia, uma historia em piada, um pôr do sol em beleza, um zig-zag com o pé em drible, e uma bola chacoalhando a rede em goooooooooooool.

Leia mais:
Ser Humano Futebol A... Futebol tem o que todo jogo precisa ter, jogadores. Os jogadores tem o que t...
Livro da vida humana Sofremos até a página sete. Amamos o próximo até a página três. Temos ce...
Pensa que sabe Pois é, ele tem RG e brevê é doutor e PHD anel de bacharel e você ai...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up