ÍNDICE (A-Z)

Ser Humano Futebol Família

08/04/2003 by in category Crônicas, Diálogos, SHFC tagged as , , , with 0 and 0

Fiz um comentário sobre a fama do jogador e o taxista não respondeu. Fiquei aflito. Desconfiei que o jogador fosse da família dele. Depois percebi que estava ouvindo o jogo. Um taxista que concordasse com o cliente era o mínimo que esperava, mas para evitar uma bola na trave, remediei:

— O senhor é corintiano?
— Já fui!

Um vira-casaca! Aquele era o segundo caso que conhecia. O primeiro era um amigo de infância.

— Por que mudou de time? — perguntei.
— Culpa do meu pai.
— É sempre culpa do outro! — pensei.
— Antes de ser taxista, eu trabalhava de metalúrgico — ele disse — daí inventaram um teste de aptidão e quem não passasse no teste, era demitido. Não passei nem perto.
— Foi demitido?
— Fui sim, mas quem se chateou mesmo foi meu pai.
— Ele brigou com você!
— Muito pior!
— O que ele fez?
— Eu era menor de idade e não podia assinar documento, então, meu pai foi receber o dinheiro da rescisão no meu lugar. Maldito dia!
— Maldito, por quê?
— Para me castigar, meu bebeu todos meus direitos em cachaça.
— Vixi! Gastou todo seu dinheiro?
— Sim. Num dia só. E ficou caído bêbado no chão do boteco.
— O que você fez?
— Mudei de família!
— Você quer dizer que mudou de time?
— Isso!

Ser Humano Futebol Tácito
Ser Humano Futebol Bico
© 2017 · Marcelo Ferrari