Ser Humano Futebol Arbítrio

08/04/2003 by in category Crônicas, SHFC tagged as , , , , , with 0 and 0

Futebol tem o que todo jogo precisa ter, jogadores. Os jogadores tem o que todo jogador precisa ter, arbítrio.

É o que possibilita o jogo. Não existe jogo sem jogador e nem jogador sem arbítrio. Como um jogador poderia jogar sem a possibilidade de optar? Ser um jogador é ter livre arbítrio. Jogar é exercer o arbítrio.

Arbítrio tem aspectos fundamentais a serem observados.

Um é que arbítrio é igual para todos os jogadores. Outro aspecto é que arbítrio é incorruptível.

Ou seja, um jogador não tem como impedir o arbítrio do outro.

É por isto que todo jogo é uma dança. Jogo é livre interação, e livre interação é a dança do arbítrio.

A dança do arbítrio é evidente no futebol, porém, é constantemente ignorada por nós na experiência humana.

Ingenuamente acreditamos que é possível controlar o arbítrio do outro, ou então, que o outro é capaz de controlar o nosso. Isto é impossível. Se fosse possível um controlar o arbítrio do outro, não haveria um e outro, nem jogo.

Leia mais:
Morre um pouco Todo homem morre um pouco quando mata se não morre fica louco quando...
Nossa falta Andamos pelas estradas cruzamos horizontes e rios construímos pontes ...
Solidão e Muvuca Reclamamos da poluição, da enchente, do trânsito, da violência, mas não saím...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up