Pulo do gato

11/04/2003 by in category Poemas tagged as , , , with 0 and 0

Atirei o pau no ga to to
mas o ga to to
não morreu eu.

Atirei moral no ga to to
mas o ga to to
não morreu eu.

Atirei o tao no ga to to
mas o ga to to
não morreu eu.

Retirei o tal do ga to to
e o ga to to
compreendeu:

o pulo do ga to to
é quando eu sumo
e o sumo 
assume eu.

Relacionados