Contos

Anel de Clarice

Clarice está procurando um anel. Na verdade, não é Clarice que está procurando, é sua personagem. Ela procura nas gavetas, nos armários, em todo lugar, até desistir. Assim que...

Big Belém

O sino da catedral toca como em ringue de boxe. Azul contra vermelho. Direita contra esquerda. Certo contra errado. O bem contra o mal. Multidão fazendo aposta. Urrando. Mas os lutadores não...

Colírio colorido

Luzes da china piscando na árvore de natal.  Abre câmera, plano geral.  Duas aeromoças dividem os passageiros da clínica em alas. A aeromoça loira queria ser aeromoça. Sonhava casar...

Deus Zoer

Era uma vez Piá, uma águia cega que não saia do ninho. Piá sabia voar, mas tinha medo de trombar com as árvores. Então, certo dia, Piá ouvi uma voz...

Eu maior

Você estava pelado no meio da praça desafiando o comércio e o bom-senso. Me aproximei. Seu olhar era distante de tudo menos de mim. Você me encarou como se...

Maior pinto do mundo

O nome do evento era “Maior Pinto Do Mundo”. E não se tratava de medir filhotes de galinhas. Era pinto mesmo, daqueles que os humanos do sexo masculino possuem...

Pedro pedreiro

Pedi para tirar as botas ortopédicas. Queria brincar na terra. Foi nesse momento que minha mãe resolveu me dar um presente que mudaria minha vida. Um tijolo. Tinha mais ou...

Planeta imagine

Há muito tempo, no Planeta Dono, havia uma civilização que vivia em busca da propriedade. Ninguém jamais havia visto ou encontrado a tal propriedade, mas todos a buscavam freneticamente. Haviam...

Previsto e posfeito

Dizem que ver o futuro é privilégio de videntes, cartomantes, essas coisas. Nada disso. Qualquer um é capaz de ver o futuro. Aliás, impossível não vê-lo. Até cachorros veem...

Terceira carta

— Homem é tudo igual! — disse Joana.Rita, sua amiga de pensão, aprendiz de cartomante, e que já havia passado por situação parecida, tentou consolar a amiga. Pegou um baralho...

Vestibular do futuro

Durante séculos a humanidade sofreu com os malefícios de uma escola meramente educadora. Muitos se empenharam em mudar isso. A mudança aconteceu em 2087. Porém, estranhamente, ainda é preciso prestar vestibular. Por isso estou...

Violão

O menino está sozinho no quarto. — Ganhei um violão de aniversario mas tocar ele não quis por isto me desfiz guardando-o no armário. Agora ele está solitário e...

Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up