Nem que a vaca tussa

13/04/2003 by in category Crônicas tagged as , , with 0 and 0

Relaxa! Tamojunto! O que você fizer eu assino em baixo, em cima e do lado. Não tem tempo ruim comigo. Aliás, foi por isto que inventei o tempo, para ter tempo das vacas magras e das vacas gordas, assim a vaca nunca vai para o brejo. Quando a repetição faz você ruminar a mesma experiência, é porque você ainda não absorveu todas as proteínas, vitaminas e sais consciências.

Viver é se colocar a prova o tempo todo. Seu estado de espírito é a nota. São 3 estados: vaca amarela, bezerro, touro. Vaca amarela é zen por cento, é quando seu conflito interior fica em silêncio e você sai cagando e andando. Bezerro é transição para estado de vaca, é quando você está desmamando. Touro é você pulando de dor sem saber porque.

Mas voltando a vaca fria, o que você fizer eu assino em baixo, em cima e do lado. Onde você vai eu vou atrás. Mas sugiro que tire um tempo para pensar. Talvez descubra que tem procurado chifre em cabeça de cavalo.

Relacionados