Morre um pouco

14/04/2003 by in category Músicas tagged as , , , with 0 and 0

Todo homem morre um pouco
quando mata
se não morre fica louco
quando mata
se não morre fica louco

Todo homem morre um pouco
quando mente
se não morre fica louco
quando mente
se não morre fica louco

O homem jura
e cruza os dedos
cruza os dedos
cruza os dedos

O homem mata
pela prata
pisa e mata
pisa e mata

Créditos

   

Leia mais:
Ouça o grito Ouça o grito da panela Ouça o grito da favela Ouça o grito do feijão ...
Pedro pedreiro Pedi para tirar as botas ortopédicas. Queria brincar na terra. Foi nesse m...
Carnaval caipira Donana pega um balde de latão e sai pelo terreiro. Enquanto caminha, vira o...
Espalhe a palavra!

AUTOR


Meu nome é Marcelo Ferrari. Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

        

Scroll Up