Marília de Dirceu

14/04/2003 by in category Músicas tagged as , , , , with 0 and 0

Com tênis desamarrado você passou por mim, eu vi
com ar superior e nariz empinado, eu vi
Eu avisei, você não acreditou, não olhou
deve ser mais uma cantada barata, você pensou
Mas antes de dobrar a esquina você tropeçou e caiu
corri, me ofereci pra ajudar, você sorriu

Se lembra Marília, foi assim que você conheceu o seu Dirceu.
Nunca mais esqueceremosaqueles momentos.
Nosso lábios se encontrando, Julieta e Romeu
Nunca mais esqueceremos aqueles momentos.

Nenhuma sociedade poderá nos separar
Nenhuma regra a gente nunca vai respeitar
Eu tenho dez mil anos cabelos longos de fumaça
mas com você não tenho idade, o tempo não passa
Por isso quero lhe dizer, minha querida
amo você pra toda vida.

Créditos

   

Leia mais:
Só preciso de quatro... Lâmpada precisa de cem. Loteria precisa de seis. Eu só preciso de quatro.Vog...
Deus (nascimento e ó... Quando deus faz aniversário? Quantas velas têm sobre o bolo? Quem cant...
Alma randômica Nasci ontem. Quando fiz dez anos completei dezoito. Minha adolescência foi d...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up