Escutando sopas

22/04/2003 by in category Poemas tagged as , , with 0 and 0

Comecei escutando sopas
depois escutei um limão
a capela
frente a frente
nota por nota
gomo a gomo

Se você ainda mastiga 
cardápios e hábitos
permaneça escutando sopas
escutando sopas
escutando sopas
escutando sopas
(no repeat)
até o dia amanhecer
no céu da boca

Em casos graves
de bloqueio clariauditivo
escute soro caseiro
e paçoquinha amor

Leia mais:
Eu maior Você estava pelado no meio da praça desafiando o comércio e o bom-senso. Me ...
Refeição do amor Quando o amor chegar ele não irá direto ao seu esconderijo de restrições. Nã...
Eu me esqueci Desculpe o atraso eu me esqueci  na gaveta junto com as cuecas meias...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up