Acredite

26/04/2003 by in category Imperativos, Poemas, Vídeos tagged as , , with 0 and 0

Acredite no que quiser, você é livre para isso. O que vem para você, vem só para você. É convite vip. Ninguém recebe o mesmo. O que vem para você é semente de você mesmo. É o apito do trem louco. O que vem, o que vem, o que vem é chamado para novas estações. Se você acredita no que vem, você vai. Se você acredita na dúvida, você não vai, nem vem. Chumba-se na inércia. Pendura a bicicleta no medo de cair. Não arrisca, nem petisca. Estanca a probabilidade das dores e também das delicias. Ganha da vida, mas perde a alegria de viver. Se for para duvidar, duvide do impossível, dos limites, das regras, dos medos. Duvide de quem duvida de você. Duvide de quem duvida das pernas sem nunca ter levantado a bunda da cadeira. Duvide de quem duvida da luz sem nunca ter aberto os olhos. Mesmo que for errado, mesmo que der em nada, acredite em você. Só de curioso. Só para ver aonde você é capaz de se levar.

Relacionados