Acredite

26/04/2003 by in category Imperativos, Poemas, Vídeos tagged as , , with 0 and 0

Acredite no que quiser: você é livre para isso.

O que vem para você, vem só para você, é convite vip, ninguém recebe o mesmo.

O que vem para você é semente de você mesmo. É o apito do trem louco. O que vem, o que vem, o que vem é chamado para novas estações. Se você acredita no que vem, você vai. Se você acredita na dúvida, você não vai, nem vem. Chumba-se na inércia. Pendura a bicicleta no medo de cair. Não arrisca, nem petisca. Estanca a probabilidade das dores e também das delicias. Ganha da vida, mas perde a alegria de viver. 

Se for para duvidar, duvide do impossível, dos limites, das regras, dos medos. Duvide de quem duvida de você. Duvide de quem duvida das pernas sem nunca ter levantado a bunda da cadeira. Duvide de quem duvida da luz sem nunca ter aberto os olhos.

Mesmo que for errado, mesmo que der em nada, acredite em você. Só de curioso. Só para ver aonde você é capaz de se levar.

Leia mais:
Bem aventurado Seu defeito era assim que mesmo na merda via na pedra um triz de capim.Seu d...
Casa do Jung a porta é filósofa a espreguiçadeira mexe com florais a mesa joga tarô ...
Ave Maria Ave Maria que passa Ave Maria cheia de graça Descalça pelo meio fio ...
Espalhe a palavra!

Marcelo Ferrari


Nasci ontem. Quando fiz dez anos, completei dezoito. Tenho um chinelo azul com alça vermelha que não serve para poesia. Escrevo o que a inspiração põe e a expiração tira. Não uso heterônimos, sou usado por eles. Só sei ser sendo, dançar dançando, escrever escrevendo e ferrari ferrariando. Minha literatura não é pá pum e pronto! É pá pum escreve. Pá pum lê. Pá pum edita. Pá pum relê. Pá pum reedita. Pá pum rerelê. Pá pum rereedita. Até que pá puta que pari! Nunca estarei ponto! E pronto! Me imagine tocando violão. Sempre. Ininterruptamente.

emailferrari@yahoo.com.br
 

    


© 2017 · FERRARIANDO · Marcelo Ferrari
Scroll Up